quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Estrelar

Mundos e astros pendurados,
As gotas do leite despejado,
Por fios em pêndulos
Rodeiam minha cabeça
Querendo mostrar que ainda estão lá.

Dão me as boas vindas
Ao ar puro,
À noite,
Ao que não se vê,
Ao desligar-se do ritmo.

Só se mostra a quem se apaga:
Ao acender a luz, se escondem
Da insanidade do mundo
Que, aceso, se desliga
Do que realmente reluz.


(Giuly Biancato - 18 anos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário